sábado, 11 de fevereiro de 2012

Amizade rara

   Há muito tempo, havia duas amigas, na verdade, duas melhores amigas: Aline e Pietra. Se conheciam há tantos anos que não sabiam ao certo dizer desde quando a amizade existia. Em todos os momentos de suas vidas, uma estava lá para apoiar a outra.
   Apesar de seguirem caminhos diferentes, nunca se abandonaram. Pietra teve uma gravíssima doença infecciosa nos rins, e, mesmo com o tratamento, estava à beira da morte. Era casada e tinha dois filhos. Sua família estava muito abalada e triste. Ao saber do problema que a amiga sofria, Aline ficou transtornada. 
   Decidiu doar um de seus rins para Pietra, afinal, ela mesma não tinha filhos e a amiga precisava sobreviver para cuidar da família. Depois da cirurgia, as duas passaram muito bem e ficaram recuperadas. A amizade ficou mais forte do que jamais fora antes.
  Alguns anos mais tarde, Aline teve um diagnóstico de câncer de mama. Infelizmente, a quimioterapia não teve bons resultados e ela faleceu, porém, Pietra manteve uma parte da amiga para sempre dentro de si. Literalmente.


Essa é uma história de vida real, apenas com nomes fictícios.

2 comentários:

  1. Legal =]
    Ela teve sorte do rim ser compátivel =D

    ResponderExcluir
  2. É preciso viver de tal forma que, pra os outros, os queridos e amados, nossa morte não seja o fim, mas apenas uma mudança de plano. Abraços.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...